quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Menor é morto enforcado no Centro Dagmar Feitosa

Um menor infrator morreu na manhã desta quarta-feira (9) no Centro Socioeducativo Assistente Social Dagmar Feitosa, localizado no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. O adolescente, de 16 anos, foi enforcado por Jhonatan Pires, que havia completado 18 anos no último dia 23. Para realizar o homicídio, Pires utilizou o lençol da cama do quarto que os dois dividiam.

O caso ocorreu quando o menor havia voltado da sala de aula e os socioeducadores estavam servindo o almoço do dia. Segundo titular da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) Graça Prola, a morte do adolescente foi uma surpresa. “Nós estamos investigando qual foi a motivação, os dois não tinham histórico de briga ou discussão aqui dentro”, afirmou.
A titular da Sejusc disse ainda que o menor estava apreendido na unidade por homicídio.
Prola também afirmou que o homicídio não teve ligação com a fuga dos 34 jovens, que ocorreu na última segunda-feira (7). Nenhum dos dois envolvidos no caso  havia se evadido.
O autor do homicídio foi preso em flagrante e encaminhado ao 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Jhonatan é reincidente e estava no local há 6 dias na unidade, por roubo qualificado.
Onze internos continuam foragidos 
Na última segunda-feira (7), 34 internos se evadiram do Centro Socioeducativo Assistente Social Dagmar Feitosa. A fuga ocorreu durante as aulas do Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Após arrombarem as portas das salas, os jovens fizeram um buraco no muro dos fundos do local, utilizando uma tampa de bueiro. Os primeiros internos foram recuperados ainda nas ruas do bairro. Até o momento, dos 34 foragidos, 23 jovens foram recapturados e 11 continuam evadidos.